Montagem do Parque do Povo é desinterditada a um mês do São João 2019 de Campina Grande

Montagem da estrutura da festa havia sido interditada pelo Ministério do Trabalho desde o dia 3 de maio, após irregularidades trabalhistas. Trabalhos foram retomados nesta terça (7).

A 30 dias do São João 2019 de Campina Grande, a montagem da estrutura da festa junina, que acontece de 7 de junho a 7 de julho, voltou ao normal nesta terça-feira (7). A montagem estava paralisada desde o dia 3 de maio, após uma fiscalização feita pela gerência local da Secretaria Nacional do Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que constatou irregularidades trabalhista.

Na manhã desta quarta-feira (8), o auditor fiscal do Ministério do Trabalho, Carlos Emmanuel Leitão Régis, que está acompanhando a montagem da festa, disse ao G1 que a montagem foi retomada após a empresa organizadora do evento regularizar os trabalhos, mas que ainda há interdição de alguns serviços que vão precisar passar por uma nova inspeção para que sejam liberados novamente.

“A montagem foi liberada ao meio-dia desta terça (7), mas ainda estão interditados serviços como trabalho em altura, por exemplo, porque tem várias questões que precisam de equipamentos de proteção coletiva e ainda não há no local. A empresa ficou de regularizar isso hoje [quarta] ou amanhã [quinta] e assim que for protocolado será feito uma nova inspeção para liberar esses serviços”, explicou.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Campina Grande, a montagem da festa já está normalizada desde a terça-feira (7). “A estrutura geral já está pronta, as barracas já foram entregues na última segunda-feira (6). A montagem está sendo concluída antes mesmo do cronograma estabelecido. A empresa tem até o dia 1º de junho pra deixar tudo pronto”, informou.

Conforme a assessoria, a montagem da festa gera cerca de 1 mil empregos temporários, ligados diretamente à empresa que organiza o evento. O foco dos trabalhos é o Parque do Povo, espaço onde acontecem os shows da festa, e a decoração da cidade. “A montagem e decoração desses lugares já estão bem avançadas em relação ao anos anteriores. Foi preciso dividir as equipes para atender a todas as demandas”.

Obra embargada e serviços interditados

De acordo com o auditor fiscal Carlos Emmanuel, no dia 2 de maio foi feita uma inspeção na montagem da estrutura da festa. “Foi constatada a presença de riscos graves, então nesses casos as medidas são embargar a obra ou interditar algum serviço e lá nós encontramos irregularidades que contemplavam essas duas coisas, por isso a montagem toda foi paralisada”, frisou.

Na tarde da última segunda-feira (6), a empresa que organiza o São João 2019 de Campina Grande protocolou um pedido de levantamento do embargo. “Depois disso, nesta terça (7), foi feita uma nova inspeção para verificar se estava tudo certo no local”, relatou Carlos Emmanuel.

Ainda segundo o auditor fiscal, a empresa já providenciou equipamentos de segurança como extintores de incêndio e projetos de instalação elétrica, que até então estavam irregulares. “No local, por exemplo, havia máquinas sem proteção e eles estavam improvisando na soldagem, utilizando botijão de gás de cozinha, então foi preciso fazer a substituição pelo gás adequado”.

Obra embargada e serviços interditados

De acordo com o auditor fiscal Carlos Emmanuel, no dia 2 de maio foi feita uma inspeção na montagem da estrutura da festa. “Foi constatada a presença de riscos graves, então nesses casos as medidas são embargar a obra ou interditar algum serviço e lá nós encontramos irregularidades que contemplavam essas duas coisas, por isso a montagem toda foi paralisada”, frisou.

Na tarde da última segunda-feira (6), a empresa que organiza o São João 2019 de Campina Grande protocolou um pedido de levantamento do embargo. “Depois disso, nesta terça (7), foi feita uma nova inspeção para verificar se estava tudo certo no local”, relatou Carlos Emmanuel.

Ainda segundo o auditor fiscal, a empresa já providenciou equipamentos de segurança como extintores de incêndio e projetos de instalação elétrica, que até então estavam irregulares. “No local, por exemplo, havia máquinas sem proteção e eles estavam improvisando na soldagem, utilizando botijão de gás de cozinha, então foi preciso fazer a substituição pelo gás adequado”.

Elba Ramalho é a homenageada do São João 2019 de Campina Grande — Foto: Divulgação Prefeitura de Bertioga

FONTE: G1/PB

 

você pode gostar também