Preços de comidas típicas juninas podem variar em até 200%, em João Pessoa, diz Procon

Os preços de comidas típicas das festas juninas podem variar em até 200%, em João Pessoa, segundo um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), divulgado nesta terça-feira (11). Foram pesquisados 25 itens, em 10 padarias e panificadoras.

A maior variação foi verificada para a tapioca de coco, com preços que vão de R$ 2, no Cabo Branco (El Shadhai) e Geisel (Nossa Senhora da Penha), até R$ 6, no Bairro dos Estados (Pão Doce Pão). O pastelzinho de belém também teve uma variação de 200% nos valores, que custam de R$ 1,50, no Geisel (Nossa Senhora da Penha), até R$ 4,50, em Tambaú (Bonfim).

Já o preço da pamonha, segundo a pesquisa, variou de R$ 3,50, no Geisel (Nossa Senhora da Penha), até R$ 5, no Bairro dos Estados (Pão Doce Pão) e Cabo Branco (El Shadhai), com uma variação de 42,86%. A canjica foi encontrada por preços que vão de R$ 3, no Cabo Branco (El Shadhai), até R$ 5, no Bairro dos Estados (Pão Doce Pão).

O custo do quilo do bolo de milho pode variar de R$ 17, no Castelo Branco (Castelo Branco) até R$ 29, na Torre (Bariloche), enquanto o do bolo baeta pode ir de R$ 12,80, no Cristo (Padaria e Pastelaria Almeidão) até R$ 27,50, no Cabo Branco (El Shadhai).

você pode gostar também